Publicidade

Acesso Restrito

Direitos Humanos

Por: Isabel C. S. Vargas

Numa época em que muitas pessoas não aceitam quando são invocados os Direitos Humanos, alegando que estes só são usados em favor de marginais e não do cidadão de bem, não poderia deixar de ressaltar que ainda há um longo caminho a ser percorrido. A Educação em Direitos Humanos é algo novo e não é uma disciplina isolada a ser ensinada, assim como a Ética não deveria ser só assunto de uma disciplina. Ambos têm que ser opção de vida, escolha, tomada de consciência e posição assumida frente a si mesmo, aos outros, aos fatos que se apresentam no cotidiano. Na perspectiva escolar, tem que ser mostra através de um processo transdisciplinar, de forma ampla, que permita ir sendo assimilada em meio às vivências de cada um.

            Os Direitos Humanos devem permear as ações de cada dia dentro de uma sociedade dita democrática. É o acesso à educação via ensino público e gratuito de qualidade, passa pela valorização, capacitação e remuneração digna para os professores, funcionários, técnicos, se fortalece na disponibilização de recursos para a execução dos trabalhos.

 Também se complementa no oferecimento de condições mínimas essenciais de saúde, moradia, alimentação, vestuário, higiene, transporte que conferem condições de vida digna para todos os seres humanos. Isto é Direito Humano fundamental e consolidado.

O Trabalho, a segurança, a liberdade de escolha dos representantes, de credo, de associação, de acesso à cultura, de ter uma identidade nacional e de cultivar suas raízes culturais também são Direitos Humanos.

Isto tudo só existe e tem sentido a partir da salvaguarda do direito maior, que é o direito à vida, que se fortifica na garantia do direito à liberdade, inclusive de expressão.

É assunto de direitos humanos a aceitação da diversidade, com igualdade de possibilidade. Também o direito das mulheres à não violência, à possibilidade de trabalho sem diferença salarial pelo fato de ser mulher. Tudo isso vivenciado na escola, na sociedade e na família auxiliará para a formação de um novo cidadão que não terá uma visão de direitos humanos dissociada do cotidiano, como algo inatingível. Tudo que foi enumerado não está dissociado do direito ao meio ambiente equilibrado e preservado pelo homem, para todas as espécies.

Foi possível distinguir o intenso trabalho que vem sendo realizado por professores, psicólogos, assistentes sociais nas diversas instituições que atuam, assim como o trabalho das ONGS, visando à garantia destes direitos e a construção de uma sociedade com maiores possibilidades de promoção do indivíduo e distribuição de justiça social.

Participação: 3 Comentários

Avaliação:

  • Atualmente 1.00/5

Se você quer comentar também Clique aqui

Compartilhe ou guarde este conteúdo

Mais Matérias de Sociologia

Resolução mínima de 800x600. Copyright © 2014 Rede Omnia - Todos os direitos reservados.
Proibida a reprodução total ou parcial sem prévia autorização (Inciso I do Artigo 29 Lei 9.610/98).

R7 Educação