Publicidade

Acesso Restrito

O uso do ultra-som na fisioterapia

Por: Cíntia Albuquerque Bittencourt

O ultra-som está sendo muito utilizado pelos fisioterapeutas no tratamento das mais diversas áreas, tanto nas terapêuticas como no uso da medicina e tratamentos estéticos. E vários especialistas afirmam que é um excelente aliado.

Hoje em dia são usados, nos ultra-sons, cristais cerâmicos sintéticos e com a vibração dos cristais em alta freqüência aciona as partículas produzindo compressão e descompressão. E esta vibração ao penetrar no tecido acelera a velocidade de difusão de íons através da membrana celular. O ultra-som usado na fisioterapia é uma técnica de relativamente baixa intensidade, caracteriza-se por ter uma freqüência de 1 ou 3 MHz, e é usado para acelerar a recuperação de articulação ou tecido muscular lesionado e vem sendo usada em tratamentos não invasivo para problemas de cálculos renais e biliares, aplicação de medicamentos, hemóstase (tratamento de sangramento). Alvo de diversos estudos sobre seus efeitos biológicos do tratamento da lesão muscular, a terapia por ultra-som tem seus achados relacionados aos efeitos mecânicos em oposto ao térmico como atuante no reparo do tecido.

Alguns de seus efeitos:

  • Regeneração e reparação dos tecidos;
  • Redução de espasmos musculares;
  • Resolução de processos inflamatórios crônicos;

Também tem seu uso na aplicação de medicamentos através da pele além de ser testado em alguns casos, como na quimioterapia e nos casos de câncer no cérebro para ajudar o tecido cerebral a absorver melhor os medicamentos.

Participação: Nenhum Comentário

Avaliação:

  • Atualmente /5

Se você quer comentar também Clique aqui

Compartilhe ou guarde este conteúdo

Mais Matérias de Saúde

Resolução mínima de 800x600. Copyright © 2014 Rede Omnia - Todos os direitos reservados.
Proibida a reprodução total ou parcial sem prévia autorização (Inciso I do Artigo 29 Lei 9.610/98).

R7 Educação