Publicidade

Acesso Restrito

Entrando na primeira série

Por: Sonia Oliveria Silva

ENTRANDO NA PRIMEIRA SÉRIE

Por Sonia das Graças Oliveira Silva

Estamos no final do ano e as preocupações dos pais se voltam para o término do ano escolar dos filhos. É preciso aumentar o tempo de estudo e diminuir o tempo de brincadeiras. Esta preocupação, de modo geral, vai dos filhos pequenos até os jovens, que já estão se preparando para o vestibular.

Os pequenos, que estão se encaminhando para o primeiro ano do ensino fundamental, acrescentam em suas vidas um primeiro marco importante. Eles estão cheios de expectativas em relação a essa entrada na primeira série, parece que agora sim, é que começa a escola de verdade! Sabem que essa passagem é um momento especial, com certeza, entrar no ensino fundamental não é apenas iniciar a escolaridade obrigatória, mas também começar um trabalho mais sistemático de leitura e escrita.

A família tem aí um papel decisivo. Juntamente com os professores, os pais estarão agindo como mediadores culturais no processo de formação humana das crianças. É muito importante que a escola esteja atenta às situações envolvidas no ingresso dos pequenos no Ensino Fundamental, não importando se vieram diretamente da família, ou de uma pré-escola. Desse modo será mais fácil manter os laços sociais e afetivos, assim como as condições de aprendizagem que vão dar à criança segurança e confiança.

Cabe à escola dar continuidade e ampliação ao contexto sócio afetivo e à aprendizagem, ao invés de fazer uma ruptura. Isso vai garantir a criança que está entrando na primeira série, o ambiente acolhedor para enfrentar os desafios da nova etapa. Pois, se sabe o quanto é importante este primeiro ano para que as crianças tenham sucesso por toda a sua vida de estudante.

O acompanhamento dos pais neste início é primordial. A tarefa de alfabetizar é da escola, mas os pais podem ser aliados neste processo, podem acompanhar a vida escolar das crianças, valorizar seus esforços, incentivá-los, pois quando há o envolvimento da família, os resultados são bem melhores.

É uma necessidade da criança saber que os membros de sua família valorizam tudo que diz respeito a sua escola, como por exemplo, suas tarefas de casa. Quando a criança percebe que isso é importante para sua família, sente que existe uma boa razão para fazer e entregar tudo direitinho. Ainda mais se os pais reforçarem para a criança a importância de aprender a ler e escrever. Mostrar o quanto será útil este aprendizado para resolver os problemas do dia-a-dia, por exemplo: fazer uma receita, ler revistinhas, livros, informar-se, aprender um jogo, ler para se divertir, escrever cartas, bilhetes, ler as placas nas ruas, etc.

É importante que os pais respeitem a fase em que sua criança está vivendo para que não seja exigido demais, nem de menos. Cada criança tem seu tempo, seu jeito de ser, seu ritmo. As suas conquistas virão com o tempo, com calma e não de um dia para o outro.
Muitos erros acontecerão, eles fazem parte do aprendizado e são apenas tentativas de acerto. Mas, para isso estarão lá os professores, coordenadores, enfim, uma equipe para ajudar quando for preciso, e em casa, as crianças, mesmo que silenciosamente, estarão contando com o apoio dos pais e familiares.

Participação: Nenhum Comentário

Avaliação:

  • Atualmente /5

Se você quer comentar também Clique aqui

Compartilhe ou guarde este conteúdo

Mais Matérias de Educação

Resolução mínima de 800x600. Copyright © 2014 Rede Omnia - Todos os direitos reservados.
Proibida a reprodução total ou parcial sem prévia autorização (Inciso I do Artigo 29 Lei 9.610/98).

R7 Educação