Publicidade

Acesso Restrito

Currículo e Diversidade Cultural

Por: MARLI RAQUEL ASSUNÇÃO DE OLIVEIRA LÁZARI


A discussão da temática parte do princípio de que não é possível fazer com que membros de uma minoria cultural sejam incluídos nos conteúdos e práticas dos currículos escolares se a cultura escolar, de forma geral, não tratar através de uma discussão profunda o currículo multicultural incluindo nele a questão da diversidade. Para tanto, é necessário colocar em prática uma cultura escolar diferente do modelo dominante, com engajamento de professores, pais, alunos, administradores e demais agentes que confeccionam os materiais escolares.
 
É necessário compreender que a cultura escolar deve ter um sentido a mais do que ser simplesmente uma discussão de conteúdos na elaboração do currículo escolar. O currículo real trata de todas as práticas cotidianas vivenciadas em sala de aula e se torna claro através daquilo que os alunos aprendem ou deixam de aprender, enquanto que o currículo documentado serve apenas para se refletir os objetivos e planos que se possam formular para determinado período.
 Materiais pedagógicos utilizados por professores e alunos são os artistas que apresentam a maneira como determinada cultura se apresenta aos mesmos. Neste contexto, é importante ficar atento à maneira como os conteúdos, os exemplos e as ilustrações são apresentados, pois se corre o risco de serem demasiadamente etnocêntricos e desvalorizadores de experiências culturais de outros grupos.
 
A cultura transmitida pela escola cai em mentes que já possuem outros significados prévios. A escola deve trabalhar, portanto, ressaltando a força de um currículo extra-escolar, que servirá para que os educadores exerçam o papel de mediadores fazendo com que a perspectiva multicultural seja retratada a partir de coordenadas mais amplas do que as do currículo escolar.
 Existe, no entanto, um empecilho a ser enfrentado ao se aplicar no currículo a questão da diversidade cultural: fazer com que não se torne uma ameaça à preservação da própria identidade seja da cultura dominante ou das minorias segregadas. Logo, a junção de diversas culturas deve levar em consideração as condições sociais e econômicas concretas de cada sociedade.
 Coloca-se como estratégia, quatro pontos fundamentais para obtenção de sucesso na elaboração de um currículo que contemple a diversidade cultural: 1) formação de professores; 2) planejamento de currículos; 3) desenvolvimento de materiais apropriados e, 4) a análise e revisão crítica das práticas vigentes.

Participação: Nenhum Comentário

Avaliação:

  • Atualmente /5

Se você quer comentar também Clique aqui

Compartilhe ou guarde este conteúdo

Mais Matérias de Educação

Resolução mínima de 800x600. Copyright © 2014 Rede Omnia - Todos os direitos reservados.
Proibida a reprodução total ou parcial sem prévia autorização (Inciso I do Artigo 29 Lei 9.610/98).

R7 Educação