Publicidade

Acesso Restrito

Talian

Por: kercya nara felipe de castro

A interação do Talian com o português pode ser percebida, principalmente nos lugares de imigração mais intensa, fala-se o português com traços italianos, com presença marcante na fonologia, léxico, morfossintaxe, fragmento de discurso, provérbios e expressões em italiano com português. As especificidades lingüísticas dos imigrantes interferiam lingüisticamente nas transformações da língua portuguesa.

O talian tem gramática, e livros publicados, vários jornais das antigas colônias publicavam matérias nesse dialeto, para termos uma pequena idéia de vocabulário e algumas regras gramaticais, temos exemplos como:
Conjunções e Preposições no Talian

Conjunções:
e,anca, no sol, ma anca, ma, però, peraltro, epure, intanto, ndove, che, come, infati, de modo che, tanto che, dunque, pertanto, seben che, benché, ben che, se, a fin de, parché, finché, mentre, dopo che, meno se, basta che, basta, sinò, salvo se, come.

Preposições:
a, co, con, de, fra, tra, in, nte, te, te, per, su.

Fonte: Arquivos da La Piave FAINORS Federação Vêneta


Regras de Acentuação no Talian

No talian temos apenas dois acentos gráficos: o acento grave (`) usado para indicar os sons abertos e o acento agudo ( ' ) para os sons fechados.

Regra 1 -Todas as palavras proparoxítonas são acentuadas.

Regra 2 - As palavras paroxítonas não tem acento, com exceção das terminadas em ditongo crescente.

Regra 3 - Todas as palavras oxítonas terminadas em consoante não são acentuadas.

Regra 4 - As palavras oxítonas, que não sejam monossilábicas, terminadas em vogal são acentuadas.

Regra 5 - As palavras monossilábicas só serão acentuadas quando tiverem um homógrafo átono.

Fonte: Arquivos da La Piave FAINORS Federação Vêneta

Alguns provérbios em Talian:

"Can vècio no'l ghe sbaia a la luna"
- Cão velho não late pra lua
"Come noantri no ghen'è altri"
- Como nós, não há nenhum outro
"Come San Tomaso, no'l ghe crede se no'l ghe mete el naso"
- É como São Tomé, se não mete o nariz, não tem fé
"Chi fà de so testa, paga de so borsa"
- Quem faz da sua cabeça, paga do seu bolso
"A caval de un porco grasso"
- A cavalo de um porco gordo (Sem nenhuma segurança)
"Amor sensa barufa el fa la mufa"
- Amor sem briga, da dor de barriga
"A paroni e mati no se ghe comanda mia."
- A donos e loucos não se pode dar ordens.
"Ari che semo apari."
- Opa que estamos de acordo..!
"Assa chel se sbore..!"
- Deixa que se lasque..!
"Beati i ùltimi se i primi i ga creansa."
- Benditos os últimos se os primeiros são educados.
"Bèi in fassa, bruti in piassa."
- Bonitos nos cueiros, feios na mocidade.
"Brina su el pantan , piova inco o doman."
- Geada na lama, chuva na cama.
"Bruta come el temporal."
- Feia como a tormenta.
"Cativa come na brespa."
- Braba como uma vespa.
"Chi dà, se smentegá; chi riceve se ricorda."
- Quem dá, esquece; quem recebe se lembra.
"Chi è stato rè, el sarà sempre maestà."
- Quem foi rei, será sempre majestade.
"Chi fà el prim paga el vin."
- Quem faz o primeiro, paga o vinho.
"Chi fà dopo, paga tropo (pròpio)"
- Quem faz depois, paga para os dois. (de fato)
"Chi ga prèssia, magna crudo."
- Quem tem pressa, come cru.
"Chi ga mia testa, ga gambe."
- Quem não tem cabeça, tem pernas.
"Chi guadagna ga sempre rason."
- Quem ganha tem sempre razão.
- Como vai o coração..? – A golpes... A golpes...!

Os dialetos da Itália e de outros países como Alemanha que faziam parte do grupo rival, sofreu declinação a partir das décadas a partir dos anos trinta, a II guerra mundial, trouxe ao Brasil um processo de nacionalização, através de legislação especifica, o governos de Getulio Vargas implantou o português como língua nacional nas áreas de imigrações. Proibindo o uso de dialetos estrangeiros em publico, imprensa, escolas e também no espaço privado, quem desobedecessem era preso, apesar de que historicamente não existem relatos de violência física por este motivo. Mas a proibição, não inibiu a pratica da língua em lugares de mais difícil acesso, como as cidades altas do rio grande do sul, que conseguiram preserva o Talian, pois o dialeto continuava a ser falado em casa, como uma praticamente iminentemente oral.

Hoje na serras gaúchas os maiores falantes ainda são os mais antigos, mas o governo brasileiro tem se preocupado em manter este idioma, fazendo sua inserção dos currículos escolares da região, além das universidades como é o caso da universidade de Caxias do sul que tem uma cadeira sobre o talian.

Participação: 1 Comentários

Avaliação:

  • Atualmente /5

Se você quer comentar também Clique aqui

Compartilhe ou guarde este conteúdo

Mais Matérias de Curiosidades

Resolução mínima de 800x600. Copyright © 2014 Rede Omnia - Todos os direitos reservados.
Proibida a reprodução total ou parcial sem prévia autorização (Inciso I do Artigo 29 Lei 9.610/98).

R7 Educação